O CORPO COMO PROTAGONISTA  

Curso Com Rui Sanches
Largo do Chão do Loureiro
Lisboa
Março e Abril de 2015


Apesar da aparência natural e marcadamente orgânica, o corpo é um objecto da cultura e sofreu alterações ao longo da História. Para compreendermos o corpo e o papel que ele ocupa, e porque ocupa este papel na arte contemporânea, é preciso pensá-lo como um texto de cultura. A arte, nas suas diversas manifestações, interpretou este texto e representou-o em conformidade com o seu próprio tempo: o corpo ora era ocultado, ora era descoberto, mas esteve sempre presente, desde os primórdios, como um espelho das ideias que se construíram à sua volta e não necessariamente, como um espelho de si mesmo. Na contemporaneidade várias são as manifestações que usam o corpo como dispositivo e suporte, dotando-o de novos significados e criando novas tensões entre arte e vida, entre corpo e signo. Serão analisadas as diversas manifestações do corpo na arte, como modelo e suporte ou dispositivo, através de diversas ocorrências da sua presença.   
Rui Sanches


Seis sessões
Segundas-feiras das 18.30h às 20.30h
2, 9, 16, 23, 30 de Março e 6 de Abril de 2015
Preço: 140€
Número máximo de participantes: 14 



+ info:
Local
Largo do Chão do Loureiro, 7-3o , Lisboa (junto ao silo automóvel do Chão
do Loureiro)
tel: 919637895

 

1

TPL_BEEZ5_ADDITIONAL_INFORMATION

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Palestras - Leonor Hipólito e Marc Monzó

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1