PT EN

 

 


Visita Guiada aos Membros da PIN
Exposição "Joalharia Medicamente Prescrita"
de Olga Noronha | Membro PIN 

Galeria Municipal de Matosinhos
Avenida Afonso Henriques, Matosinhos
22 de Out 2013, 16h


Olga Noronha (ON) (Porto, 1990) iniciou os seus  estudos na Soares dos Reis e na Engenho & Arte, no Porto; realizou o bacharelato em joalharia no Central St. Martins e concluiu recentemente o mestrado no  Goldsmiths College of Art, em Londres.
 
ON propõe uma colecção de peças realizadas a partir de próteses e ortóteses normalmente "medicamente prescritas" imprimindo-lhes um caracter de joia - enquanto objecto de adorno   referenciando com  rigor a ourivesaria tradicional portuguesa.

Promove, deste modo, o paradigma de tornar belo e sedutor, ao seu portador e usuário, aquilo que normalmente é estranho e adverso quanto é clinicamente prescrito. Aparentemente desmonta a funcionalidade clínica inerente muito embora a mais valia seja o facto da função primordial prevalecer, isto é, a funcionalidade clinica da prótese e da ortótese imperam na maioria das propostas.
 
Identificámos na "performance" da passada sexta-feira, na Moda Lisboa, um ambiente de certa forma enfermo criado por transeuntes etéreos portadores destas obras que embora “belas” são sustentadas por corpos amorfos aparentemente fantasmagóricos e sem vida. Invertendo
deste modo os papéis de ambos os protagonistas em jogo.
 
A prótese e a ortótese – enquanto jóia – ganham preponderância e o corpo que a sustenta passa para um segundo plano – é anulado. Procura assim ampliar “positivamente” o defeito,  a disfuncionalidade do corpo
e confirmar a beleza do erro.
 
Presentemente ON deu início ao projecto de investigação para doutoramento sobre este tema no Goldsmiths College of Art.
 
Importa ainda referir que ON é filha de médicos, sendo o pai o Ortopedista e Cirurgião José Carlos Noronha.
 
ON é membro da PIN e vai guiar-nos na próxima 3a feira, dia 22 de Outubro, pela sua  exposição individual " Joias Medicamente Prescritas" patente na Galeria Municipal de Matosinhos.
 
Uma excelente oportunidade para ouvir esta jovem promissora e emergente artista falar da sua obra e da sua investigação.


































__

O sítio da PIN teve o apoio


 Fundação Calouste Gulbenkian Nacional apoio