PT EN

 

 

Image

NOVA DIRECÇÃO

Decorreu na passada sexta feira dia 23 de Abril as Eleições para a Direcção da PIN.

Foi apresentada uma lista única, que foi eleita, e que  a partir de agora fica responsável pelo triénio 2010|2013.

Presidente : Cristina Filipe
Vice-Presidente : Inês Sobreira
Vice-Presidente : Inês Nunes
Secretária : Catarina Dias
Tesoureira : Madalena Avellar




BIOGRAFIAS 


Catarina Dias
Nasceu em Faro a 9 de Abril de 1980.
Vive em Almada e trabalha em Lisboa.

Inicia a sua formação no curso de Ourivesaria e Metais na Escola António Arroio (1995/1998) e em workshops pontuais. Desenvolve a sua formação técnica e conceptual enquanto autodidata.
Em 2001 cria a empresa EL2,lda. com apoios comunitários, da qual é sócia-gerente até 2004.
Entre 2006 e 2009 colabora na criação de  colecções de jóias para a designer de moda Lara Torres, apresentadas na Moda Lisboa, em feiras em Barcelona e Berlim, com postos de venda em Portugal, Espanha, Holanda e Japão.
Em 2008 ganha o primeiro prémio na área de joalharia no concurso Jovens Criadores e em 2009, representa Portugal na XIV Bienal de Jovens Artístas da Europa e Mediterrâneo em Skopje, Macedónia.
Em 2006, abre o seu atelier na Costa do Castelo, Lisboa e é representada pela Galeria Reverso.
Desde 1996 que tem participado em várias exposições colectivas nacionais e internacionais.

 

Cristina Filipe
Nasceu em Lisboa, 22 de Abril de1965. 
Vive e trabalha em Lisboa.

Expõe o seu trabalho desde 1986, que combina com a docência, a curadoria  de exposições e a programação de eventos.
Co – fundadora da PIN – Associação Portuguesa de Joalharia Contemporânea e Presidente desde a sua fundação em 2004.
Docente no Departamento de Joalharia do Ar.Co  desde 1988 e responsável do departamento desde 2003. Docente no Curso de Joalharia do ESAD - Escola Superior de Artes e Design entre 2001 - 07.
Doutoranda em Estudos Artísticos na Escola das Artes da Universidade Católica, no Porto como bolseira da Fundação para a Ciência e Tecnologia, desde 2009.
Artista convidada, intercâmbio de docência  e orientadora de workshops em  escolas na Inglaterra, Bélgica, Estónia e Brasil.
Bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian em 1987 - 88 na Gerrit Rietveld Academie e 2000 - 01 no Surrey Institute Art Design; de James Kirkwood em 2000  no Surrey Institute Art Design e de Eduardo Trigo de Sousa em 1999 no Ar.Co.
Estudou Joalharia e Escultura no Ar.Co – Centro de Arte e Comunicação Visual (1983 - 95); na Academia Gerrit Rietveld (1987 - 88); no Royal College of Art (Jan - Mar 1992);
Mestrado em Joalharia no Surrey Institute of Art and Design (2000 - 01).
Assistente da Pós – Graduação Culturas e Discursos Emergentes: da Crítica às Manifestações Artísticas na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas em Lisboa no âmbito do Fórum “O Estado do Mundo” promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian, 2006 - 07.
Participou em múltiplas exposições, simpósios e workshops  nacionais e internacionais,  Jungent Gestalt Prize (1989) ; I Prémio no Concurso Jovens Criadores (1990) entre outros.
O seu trabalho está representada em colecções públicas e privadas, nomeadamente no MUDE – Museu do Design e da Moda, Lisboa.



Inês Nunes 
Nasceu em Lisboa, 24 de Abril de 1979.
Vive e trabalha em Lisboa.


Inês Nunes questiona o território do corpo e a jóia enquanto habitante desse mesmo lugar. É neste registo de conhecimento e reflexão que procura entender e responder ao paradigma da joalharia contemporânea através do seu trabalho de investigação que vem a desenvolver desde 1997. Portuguesa, vive e trabalha em Lisboa (abre o seu atelier em 2003), com formação em Joalharia Contemporânea no Ar.Co (1997-2003) e licenciada em Ciências Psicológicas, no ISPA ( 2008). É professora de Joalharia do Curso Nocturno do Ar.Co desde 2009 e monitora de estágios de alunos finalistas da Escola Secundária António Arroio em Lisboa desde 2003  e alunos finalistas da ESAD no Porto desde 2008 . Em 2007 aceita o convite para ser Consultora Artística na Secção de Joalharia da revista Umbigo. Dá respostas através do seu trabalho específico para o cliente particular , empresarial , galerias e defende também a suas linhas comerciais. Desde 1998 Participa em Workshops, palestras e exposições internacionais e nacionais, colectivas e individuais.



Inês Sobreira
Nasceu no Porto em 17 de Maio 1962.
Vive e trabalha no Porto.

Nos anos oitenta (81/85) estuda Engenharia Civil, pelo Instituto Superior de Engenharia do Porto, e de 1984/1996 trabalha como colaboradora efectiva no GOP, Gabinete de Organização e Projectos, na execução de projectos na área de infra-estruturas hidráulicas.
Em 1992 frequenta o 1ºano, do curso de animação cultural da Escola Superior Artística Árvore.
Em 1993 inicia a sua aprendizagem em artes/joalharia na ESAD, Escola Superior de Artes e Design, Porto, e em 1999, ano da sua licenciatura, é convidada para leccionar a cadeira de projecto do curso de Artes – Joalharia, o que faz até 2006. Durante este período participou como professora assistente em vários workshops com professores convidados, tais como Theo Smeets, Christoph Zellweger, Judy Mac Caig,  Kadri Malk, Ramon Puig Cuyas, Otto Kunzli, entre outros. Colaborou e participou  também em vários projectos com os alunos  tais como o projecto ‘Leveza: Reanimar a Filigrana’, e o projecto ‘2ndSKIN cork jewellery’.
A partir de 2006 o seu trabalho é direccionado principalmente para a concepção e execução de jóias, sua divulgação e comercialização, tanto em Portugal, como no Estrangeiro, participando regularmente em exposições colectivas, e em feiras de Design.


 
Madalena Avellar
Nasce em Lisboa a 29 de Abril de 1963.
Vive e trabalha em Lisboa.

No anos oitenta (1983/87) estuda joalharia no Ar.Co e na Escola Massana (1988/89) sob orientação do Professor Puig Cuyas.
No anos noventa (1992/94) é Secretária da Directora do Palácio Nacional da Ajuda aquando da Exposição “Tesouros Reais”.
Em 1994 entra para a Escola António Arroio em Lisboa onde lecciona no departamento de Joalharia até 2008. Aí desenvolve várias actividades: é directora de instalações, orientadora de estágios, participa em vários projectos europeus com os alunos, colabora na execução do dicionário de termos e técnicas de joalharia para os alunos e professors do PLE (Parlement Lycienne Europene) traduzido para as diferentes línguas da Comunidade Europeia e com apoios comunitários, representa a Escola em vários encontros nacionais e europeus.
Colaborou na execução de programas a serem ministrados na Escola Secundária António Arroio e Escola Secundária Soares dos Reis, colabora na execução de workshops de esmaltes e cravação para os alunos com apoios comunitários, wokshops de técnicas básicas para pessoas externas á escola, ajuda a implementar a Feira de Santo Eloy (feira que se realiza na escola com trabalhos dos alunos na última semana de aulas antes do Natal).
Nos anos dois mil (2000/02) é convidada pela Câmara Municipal de Oeiras para implementar um curso de joalharia com fundos comunitários, sendo a responsável por montar oficina, conjuntamente com Luisa Roquette, pelo recrutamento de mais professores e pela direcção de instalações.
Desde 2008 que colabora com Marília Mira nos workshops de Verão realizados nas Casas do Visconde em Canas de Senhorim na semana direccionada ás crianças.
Actualmente lecciona no Curso de Joalharia do Ar.Co – Centro de Arte e Comunicação Visual.
Expões regularmente tanto nacional como internacionalmente.




Propostas de trabalho e principais objectivos

Este grupo tem como principais objectivos dar continuidade ao excelente trabalho já realizado pelas duas direcções anteriores, de modo a consolidar e tornar cada vez mais amplo e abrangente o papel da PIN – Associação Portuguesa de Joalharia Contemporânea enquanto plataforma de divulgação e incrementação da joalharia contemporânea tanto nacional como internacional.

Deste modo a PIN tendo recentemente completado 5 anos de existência deverá candidatar-se ao reconhecimento de associação de utilidade pública, de modo a usufruir de todas as vantagens inerentes a esse título.

Deverá encontrar facilitadores para a realização de acções de divulgação da PIN, de modo a ampliar a visibilidade dos seus projectos e angariar novos associados através :
- da comunicação social : revistas, jornais, televisão, internet, cartazes e flyers
- de sessões de esclarecimento e conferências de imprensa,
- de parcerias e participação em eventos na sociedade civil, com o intuito de  despertar curiosidade e esclarecimento sobre o papel da joalharia contemporânea em Portugal,

Tentará incentivar e promover encontros para discussão e partilha de experiências entre associados, escolas e outras associações.

Procurará estabelecer parcerias com outras associações e ou instituições no sentido de programar blocos de formação/especialização nas diversas vertentes técnicas na área da ourivesaria,

Promoverá blocos temáticos através de  conferências e apresentações das mais variadas areas artísticas, com especial enfoque na joalharia contemporânea,

Sensibilizará e convocará os associados a uma maior pró-actividade de forma a dinamizar e promover a joalharia,

Garantirá a logística de todas as actividades já existentes da PIN, nomeadamente:
- o diálogo com os associados: dando repostas às suas questões e ouvindo as suas sugestões,
- a angariação de novos associados,
- a divulgação das actividades dos seus associados e a
- actualização semanal do site.

Irá tentar encontrar modos de garantir a subsistência financeira da PIN, nomeadamente através da cobrança das quotas bem como de outros apoios, actividades e subsidios pontuais.

Prentende a curto prazo editar uma newsletter, já prevista e estudada pela direcção cessante, de modo a facilitar a divulgação e actividaes e eventos.

Irá dar continuidade ao processo da contrastaria, de modo a encontrar no mais breve curto espaço de tempo uma resposta que satisfaça os interesses dos associados.

Prentendendo, deste modo, dar continuidade aos trabalhos realizados até hoje,   consolidando o papel activo e útil da PIN tanto a nível nacional como internacional.

 

__

O sítio da PIN teve o apoio


 Fundação Calouste Gulbenkian Nacional apoio